Domingo, 1 de Junho de 2008

Já não há noites de sábado como antigamente!

...de visita a este meu cantinho, para responder a um comentário, vou ao último post e, assim como quem não quer nada, muito menos que dêem por isso, espreito o número de visitantes; o olhar escorrega-me para o número de visitantes «on-line» e quase me engasgo - 14 onlaine? Ná, devo ter visto mal! Deviam ser 4 - record absoluto! Volto a espreitar e confirmo:são mesmo 14 as almas com paciência para estarem a estas horas a «bisbilhotar» o que eu escrevi?

Conto e reconto as «minhas» poucas pessoas que sabem da existência deste blogue e não chegam a 14, nem lá perto! Então, o que se passa? Ó santinhos, então e o vikende? E o conbíbio familiar ou com amigos? E o cinema (da televisão é melhor nem falar, tal a dificuldade em escolher o canal menos...entediante, enjoativo...?!)? E o «Rock in Rio»? E a leitura? E aproveitar para recuperar o sono?

 

Bom, que se me encheu o ego e disse tal Amália envolta em xaile negro «obrigada, obrigada...» (ou na versão mais kitch do Serafim Saudade «obrigados, obrigados, o verdadeiro artista agradece!»), é verdade...mas, o que se passa connosco que num sábado à noite estamos agarrados ao pc, a ler posts de conhecidos e de desconhecidos, quando tanto nos queixamos de não ter tempo para tantas coisas que nos dão prazer? E utilizo o plural porque, não há como negá-lo, euzinha faço exactamente o mesmo! Será vício? Será chuva («...gente  não é com certeza e a chuva não bate assim»)?

 

Não estou a queixar-me das visitas, pelo contrário (já agora informo que mesmo sem terem blogue no Sapo já podem deixar comentários)...  quando escrevemos um blogue queremos obviamente partilhá-lo com os outros, mostrar-lhes o que vai dentro de nós, senão optaríamos por um diário manuscrito, longe de olhares «indiscretos».  São precisamente esses olhares anónimos e «indiscretos» (é sempre por curiosidade que lemos posts de outros!) que nos libertam para passar para a escrita as emoções que tantas vezes receamos partilhar com os não anónimos.

 

No entanto, o pasmo persiste - 14 onlaine? Pronto, ok, certo, «obrigada, obrigada»... e bom fim -de-semana!!!

 

E um «presentinho» que andava a tentar colocar há muito! Adoro esta canção!!

 

 

 Aerosmith, I don't wanna miss a thing (da banda sonora do filme Armaggedeon)

 

 

Tou...: de queixo caído!
tags:
Rabiscado por... misal às 00:52
link do post | «Li e penso de que...» | Bisbilhotar... (4) | Adicionar aos favoritos

Nada sobre mim

Procurar agulha em palheiro...

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Já não há noites de sábad...

Baú de memórias...

Abril 2014

Dezembro 2011

Novembro 2011

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

A escaldar...

Abraço

Dia Mundial da Música I

«Porque a deficiência não...

Ver, rever e (con)viver.....

Coganitos...

Hoje é o dia!

Momentos perfeitos

Tesouros...

Da voz das coisas

links