Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Mil Amarras Me Prendem à Vida...

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

 

Mil Amarras me Prendem à Vida, (Con)viver com a Doença, de Silvia Bonino, col. Saúde e Sociedade,ed. Quarteto.

 

Descobri há dias este livro, completamente por acaso; o título, belíssimo, chamou-me a atenção; folheei o livro, li a informação na contracapa e nas badanas, li um bocadinho aqui, outro ali, descobri nele pedaços de mim e do meu novo caminho e soube que tinha de o trazer comigo.

A autora, psicóloga e doente crónica (com esclerose múltipla) fala da reconstrução da identidade do doente crónico a partir da sua própria experiência. A informação da contracapa é a seguinte:

 

Um testemunho corajoso e, ao mesmo tempo, uma reflexão cientificamente rigorosa sobre a doença crónica e as contradições, individuais e sociais, do nosso estilo de vida, sobre os planos que uma pessoa doente consegue, ou não, concretizar nos tempos e na forma desejados. Um olhar sobre as recidivas, o sofrimento, o cansaço, mas também sobre o árduo caminho que a pessoa doente precisa percorrer para aceitar falar de si própria e da sua doença com sinceridade e, ao mesmo tempo, com algum distanciamento. Um livro que procura fundir os conhecimentos teóricos com a experiência pessoal, a ciência com o testemunho, a única forma de analisar verdadeiramente a doença nos seus infinitos aspectos, aqueles que só o doente conhece, e de ir, ao mesmo tempo, muito além da experiência pessoal e irrepetível. Mil amarras que podem ser correntes que limitam o caminho e impedem o desenvolvimento, mas muito mais frequentemente são cordas robustas que nos mantêm ancorados ao mundo e que escalamos para crescer. É neste emaranhado de amarras que nos ligam aos outros, à cultura e à natureza, que se desenrola a vida de cada um de nós.

Rabiscado por... misal às 11:48
link do post | «Li e penso de que...» | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

As sete maravilhas da...

Sou ainda uma principiante neste mundo da «blogoesfera» (de tal modo que nem sei se é assim que isto se escreve!) e, de ...

Ler artigo
Tou...: «provocadora»

Nada sobre mim

Procurar agulha em palheiro...

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Mil Amarras Me Prendem à ...

As sete maravilhas da min...

Baú de memórias...

Abril 2014

Dezembro 2011

Novembro 2011

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

A escaldar...

Abraço

Dia Mundial da Música I

«Porque a deficiência não...

Ver, rever e (con)viver.....

Coganitos...

Hoje é o dia!

Momentos perfeitos

Tesouros...

Da voz das coisas

links