Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Calor, trabalho, mãos, maleitas, vírus e...obras!

Ele há dias e semanas...!

 

1º - O calor parece querer regressar, o que não prenuncia nada de bom para os Coganitos nem para os outros portadores de doenças auto-imunes: cansaço com fartura e dores por tudo quanto é músculo e articulação; ah, é verdade, e às tantas, umas manchazitas na pele se não me lembrar de pôr o protector solar quando sair à rua, por via da acção combinada dos medicamentos com os raios de sol!!!

 

2º - O trabalho que tenho de entregar amanhã não se quis fazer sozinho no fim de semana e, como eu tive mesmo de descansar porque, como costuma dizer a minha mãe «já não podia com um gato pelo rabo», só hoje o comecei. Está uma "obra-tia" que nem vos conto!! Já vai em mais da metade e, se a inspiração e o pc não me traírem amanhã, teremos a dita obra pronta...a tempo e horas de enviar via net!

 

3º - O exame de LGP está a aproximar-se vertiginosamente e nem vos digo o medinho que tenho de baralhar mãos e pés, esquerda com direita, cima com baixo, bochechas com sobrancelhas e trocar estalidos por outro tipo de sons! Benditas coordenação motora e lateralidade que resolveram não constar dos meus atributos!

 

4º - Se é certo que tive boas notícias relativamente  à minha doença - a audição mantém-se e a queratite desapareceu, não por obra e graça do Espírito Santo, mas por causa dos corticóides - , não é menos certo que outros coganitos não podem dizer o mesmo! E como fazer para lhes dar a mão, quando não há nada que possa dizer nem fazer, tirando o dizer que lamento muito, que gosto muito de vocês e que estou aqui para vos «ouver»?  E como conseguir aproveitar a alegria que sinto por mim quando, na mesma altura, alguém está de rastos por não ter tido a sorte que eu tive até agora?

 

5º - O Verão, o cansaço, a ausência de férias, a "Sinistra", seja lá o que for, andam a dar com muitas das minhas meninas em doidas e ele é um ver se te avias a tentar chegar a todo o lado, da parte delas e da minha, na ânsia de levar um raiozinho de sol a quem só consegue ver neste momento o lado mais sombrio da vida!

 

6º - O contador deste blogue resolveu ir de férias para parte incerta; e eu, que andava ansiosa por o ver chegar aos 5000 visitantes (hoje à tarde eram 4362!!), já a pensar na caneta para os autógrafos, vejo-me nesta de ter de ir buscar um contador...que conta novamente a partir do zero, tipo conta-quilómetros que chega ao fim e volta ao princípio. E pergunto a mim mesma, eu que até nem acredito nestas coisas, se será um sinal de que outro ciclo da minha vida está para começar ou se, pura e simplesmente, o bom do meu pc que ontem foi atacado por 3 vírus (rapidamente postos em quarentena!) está a gozar comigo!

 

7º - As obras dos vizinhos continuam...desde há 2 meses!!! E já dei por mim a pensar que, se não fosse surda, não conseguia trabalhar com o barulho diário do partir paredes, azulejos, arrancar estores, martelar, etc, etc, "mailo" bom do rádio em altos berros a gritar música pimba de manhãzinha até ao fim da tarde!

Por que razão é que só nos filmes de Hollywood, nas ditas comédias românticas, o pedreiro ou pintor é uma "brasa" que até gosta de música clássica e é um intelectual amargurado que resolveu mudar de vida depois de um desgosto de amor?

Cá "os meus" pedreiros e pintores, assim vistos de relance (ao fim de dois meses os relances já dariam para pintar um retrato a óleo, não fosse aquele meu problemazito da coordenação motora e de lateralidade!), são uns autênticos anti-heróis, simpáticos e educados, mas...um bocadinho desdentados, um deles meio estrábico (ok, eu sou surda, míope, tenho astigmatismo e continuo com o corpo patrocinado pela cortisona!) e a modos que pouco virados para outras artes que não as de pintura de paredes e construção civil!..

 

Como dizia o outro, "ele há dias, de manhã, que uma pessoa, à tarde, não devia sair de casa, à noite"!

Socorro!!!!

Tou...:
Trálálá...: a da Gabriela Shaaf, «ai quem me dera um homem muito brasa"!
Rabiscado por... misal às 23:04
link do post | «Li e penso de que...» | Bisbilhotar... (2) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Com este calor, não d...

Continuam pululando por aí seres cheios de sabedoria, tão cheios de certezas e de «eu acho que...», tão cheios deles pró...

Ler artigo

Nada sobre mim

Procurar agulha em palheiro...

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Calor, trabalho, mãos, ma...

Com este calor, não dá!

Baú de memórias...

Abril 2014

Dezembro 2011

Novembro 2011

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

A escaldar...

Abraço

Dia Mundial da Música I

«Porque a deficiência não...

Ver, rever e (con)viver.....

Coganitos...

Hoje é o dia!

Momentos perfeitos

Tesouros...

Da voz das coisas

links