Domingo, 21 de Setembro de 2008

Foi hoje!

Foi hoje que o «caldo entornou»!

 

Cada vez que leio comentários de pseudo-intelectuais sobre o estado do Ensino em Portugal que denotam uma ignorância pura daquilo sobre que opinam, apetece-me (e eu pecadora me confesso, quantas vezes o faço!) mandar para um sítio muito feio os ditos senhores.

Quando as afirmações falhas de conhecimento provêm de pessoas com muita responsabilidade na matéria, mas que padecem de uma enfermidade às tantas não tão rara assim que os impede de ver o que não querem, pior fico.

Quando a tudo isso se junta a minha impotência perante uma previsível futura aposentação do ensino, e me recordo de tantos e tantos professores que gostam verdadeiramente de dar aulas e que, tal como eu, por razões de saúde e por imposição da lei se vêem obrigados a renunciar ao seu trabalho...então, já não aguento mais!

 

Como se entende um país e governantes que desaproveitam mão-de-obra qualificada, com experiência comprovada e gosto pelo que fazem, só porque não podem ficar na escola sem terem uma turma? Não haverá outras funções que possam desempenhar? Não é preciso apoio a grupos pequenos de alunos ou para os alunos com necessidades ditas especiais - ou até para aqueles que não as tendo de nome não desdenhariam um acompanhamento individualizado na realização de trabalhos e no estudo? Não são necessárias actividades extra-curriculares, apoio a colegas que iniciam a profissão? Clubes, tutores...nada disso é útil? Claro que se consultarmos os documentos que emanam do Ministério da Educação e do Governo, tudo existe... e tudo isto não é fado, mas uma história muito mal contada e em que só mesmo os tais intelectuais acreditam!

 

A comprová-lo, o ar amarelinho dos colegas que ainda só há uma semana começaram as aulas e que já iriam de bom grado de férias, não porque não querem fazer nada, como pretendem muitos dos referidos intelectuais, mas porque não têm parado desde 1 de Setembro em reuniões de tudo e mais alguma coisa, de manhã à noite discutindo o sexo dos anjos, chegando a casa e tentando acabar as planificações e os critérios de sucesso...e os relatórios disto e daquilo...chegando ao cúmulo de quase não conseguirem ter tempo para preparar as aulas que dão, frustrados porque fazem tudo menos preparar e dar aulas!

 

E para quê? Para no final do ano baixar o número de retenções, claro... porque há que apresentar estatísticas dignas de um país desenvolvido, dos tais onde os alunos não precisam de recorrer às explicações, aos benditos intelectuais e comentadores militantes que facilmente comem o que lhes querem dar a comer!

Quanto a mim, se realmente não puder continuar a dar aulas, lamento, mas já que o Estado não me quer, com 23 anos de serviço e «amor à arte»... lá irei dar umas explicações que me ajudem a sobreviver,  pois que a reforma com penalização de 4,5% por ano antecipado à idade necessária não deve chegar para isso!

Tou...:
tags: ,
Rabiscado por... misal às 19:58
link do post | «Li e penso de que...» | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De eppursimuove a 22 de Setembro de 2008 às 14:07
É de facto uma das tristes sinas do nosso país. Talvez o pecado mais grave. Numa primeira fase não se apostar na qualificação das pessoas e mais grave ainda, num país com poucas pessoas qualificadas, não se aproveitar essa (pouca) riqueza que dispomos. Os nossos governos sempre agiram como se Portugal fosse um país rico em recursos. Num país pobre como o nosso a maior riqueza são as pessoas e a sua formação. Mas em Portugal os nossos governantes não têm essa visão. Não houve um verdadeiro estadista em Portugal nos últimos 200 anos. E na verdade, bastaria que tivesse existido um desde que Portugal integrou a CEE em 86. Veja-se o caso da Irlanda. O investimento nas pessoas e não no betão fez toda a diferença.
De AMar a 21 de Setembro de 2008 às 22:42
Ai, ai, como te compreendo!
As palavras que escreveste são as que pairam há já tempo de mais para meu gosto na minha cabeça.
Não tá fácil passar de pouca coisa a coisa nenhuma: quer dizer, passar a burocrata do simplex que devia era ser chamado complex e ver o pessoal à volta a baixar os braços e a deixar andar...até quando e até onde?
Bom, amanhã é 2ª feira e a vida continua, mais vale cantar, para o pessimismo afugentar.
Aquela que tu bem conheces: desesperar, jamais...
De misal a 21 de Setembro de 2008 às 23:54
Coragem! Pior que aguentar toda a burocracia...é já não poder estar lá a aguentá-la - e isto não é nenhum remoque nem é para te fazer sentir mal, se lá estivesse, tenho a certeza que andava desesperadinha também!
Hugs and kisses!
De carochinha a 21 de Setembro de 2008 às 22:26
mesmo! há dias deu uma conferência na televisão com pessoas assim na tua situação, gente que já tinha dado muito ao país e que era agora deixada para trás por ser mais velha ou por, tal como tu, não poderem desempenhar a sua antiga função. gente com todas as suas capacidades e totalmente competente, desleixada por quem não respeita o saber dos mais velhos! pfff!! e também li que a ministra diz que "recorrer a explicadores é terceiro-mundista". pois como não o há-de ser, se na escola quase não há apoio extra? os professores que davam explicações tinham turmas para ensinar, não podiam dedicar-se a quem precisava de um acompanhamento extra. e o que é que faziam? iam para as explicações! santa ignorância! beijinhos

Comentar post

Nada sobre mim

Procurar agulha em palheiro...

 

Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

...

DE LUZ E DE SAL

Abraço

Sábado, 24 de Abril, Sant...

Dia das Doenças Raras

Vencer, apesar do medo...

O hoje e o agora...

E bom Natal!!!!!!!!!!!!!

Desistir...

Ousar ser diferente

Baú de memórias...

Abril 2014

Dezembro 2011

Novembro 2011

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

A escaldar...

Abraço

Dia Mundial da Música I

«Porque a deficiência não...

Ver, rever e (con)viver.....

Coganitos...

Hoje é o dia!

Momentos perfeitos

Tesouros...

Da voz das coisas

links

Estou no Blog.com.pt PT Bloggers a directoria de blogs Portugueses

Bisitas

blogaqui?

Ecos

Bisitas onlaine

online

Lugares dos sons

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more